Recovery Nutri® TEX-OE™ 50mg - auxiliar na produção de energia

Código: 9229 Marca:
4x de R$ 17,64
R$ 70,56
Comprar Disponibilidade: Imediata Aproveite! Restam apenas 7 unidades
    • 1x de R$ 70,56 sem juros
    • 2x de R$ 35,28 sem juros
    • 3x de R$ 23,52 sem juros
    • 4x de R$ 17,64 sem juros
    • 1x de R$ 70,56 sem juros
    • 2x de R$ 35,28 sem juros
    • 3x de R$ 23,52 sem juros
    • 4x de R$ 17,64 sem juros
  • R$ 70,56 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Mais energia, menos estresse.

 Quando estamos expostos aos diversos tipos de estresses, liberamos proteínas em nosso organismo que agem como protetores químico com o objetivo de proteger nossas celulas dos danos causado por esse estress.
Isso acontece tambem quando nos expomos à  alguns medicamentos, venenos, conservantes em alimentos e álcool.
Uma das proteínas mais comuns produzidas por nosso organismo é chamada de HEAT SHOCK PROTEIN (HSP). Essa proteína foi demonstrada em vários estudos clinicos e científicos que apresenta atividade em Imunomodulação, Neuroproteção, Cardioproteção, Gastro e Nefroproteção, entre outros.

O Recovery nutri, é um composto isolado do epicarpo do cactus Optuntia indica ficus que age como um acelerador da liberação das proteinas HSP e estuidos mostram que ele faz com que estas proteínas protetoras atuem por mais tempo no organismo, com prolongação de sua meia vida.

  

Indicações do Recovery nutri

  • Auxiliar na melhora da cognição e capacidade de raciocínio durante situações estressantes;
  • Potencialização de terapias antioxidantes e contra envelhecimento fotoinduzido;
  • Em associação com terapias cardiovasculares;
  • Auxilia positivamente no desempenho corporal durante a prática de exercícios físicos;
  • Estudos mostram que pode ser eficiente em terapias imunomoduladoras, visando maior resistência do organismo a uma nova contaminação por fungos, bactérias e vírus;
  • Como coadjuvante em recuperação em tratamentos pré e pós cirúrgicos e após o uso de antibióticos e imunossupressores.

  

Composição:

Recovery nutri 50mg, Excipiente isento de gluten e lactose qsp 30 cápsulas

  Modo de usar:

Tomar 1 capsula ao dia.

Observações Gerais

"O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário a informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto." RDC/44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Contudo, as informações aqui prestadas, tratam de descrever o produto e não de propagar. Consulte sempre um profissional habilitado especialista para atender a sua necessidade e responder as suas dúvidas.

 
 

Recomendações

Nunca compre medicamento/cosmético sem orientação de um profissional habilitado.

Evitar contato com os olhos, caso isto ocorra lavar com água em abundância.

Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e procure orientação médica.

Não use o produto com o prazo de validade vencido.

Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC).

Proteger da luz, do calor e da umidade.

Todo medicamento/cosmético deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Este produto não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Este produto não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.

Siga corretamente o modo de usar.

Este produto não deve ser utilizado durante o período de amamentação sem orientação médica.

Não aplicar sobre a pele irritada ou lesionada.

"SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".

 

Imagem meramente ilustrativa

Produto manipulado sob solicitação.

 

Referencias bibliograficas
 

  1. Applegate LA, Luscher P, Tyrrel, RM. Induction of heme oxygenase: a general response to oxidant stress in cultured mammalian cells. Cancer Res 1991; 51:974-78.
  2. Udelsman R, Holbrook NJ. Endocrine and molecular responses to surgical stress. Curr Probl Surg 1994; 31:658-720.
  3. Jäättelä M, Wissing D. Emerging role of heat shock proteins in biology and medicine. Ann Med 1992; 24:249-58.
  4. Welch WJ. Mammalian stress response: cell physiology, structure/function of stress proteins, and implications for medicine and disease. Physiol Rev 1992; 72:1.063-81.
  5. Feige U, Polla BS. Hsp70 - a multi-gene, multi-structure, multi-function family with potential clinical applications.Experientia 1994; 50: 979-86.
  6. Ellis RJ. Proteins as molecular chaperones. Nature 1987; 328:378-9.
  7. Terlecky SP. Hsp70 and lysosomal proteolysis. Experientia 1994; 50:1.021-25.
  8. Minowada G, Welch WI. Clinical implications of the stress response. J Clin Invest 1995; 95:3-12.
  9. Jacquier-Sarlin MR, Fuller K, Dinh-Xuan AT. et al. Protective effects of hsp70 in inflammation. Experientia 1994; 50:1031-8.
  10. Jäättelä M. Overexpression of major heat shock protein hsp70 inhibits tumor necrosis factorinduced activation of phospholipase A2. J Immunol 1993; 151:4.286-94.
  11. Jurivich DA, Pachetti C, Qiu L, Welk JF. Salicylate triggers heat shock factor differently than heat. J Biol Chem 1995;270:24.489-95.
  12. Cristau B, Schafer PH, Perce SK. Heat shock enhances antigen processing and accelerates the formation of compact class II ab dimers. J Immunol 1994; 152:1.546-56
  13. Currie RW, Tanguay RM, Kingma JG. Heat shock response and limitation of tissue necrosis during occlusion/reperfusion in rabbit hearts.Circulation 1993; 87:963-71.
  14. Willians RS, Benjamin IJ. Stress proteins and cardiovascular disease. Mol Biol Med 1991; 8:197- 206.
  15. Morris SD, Cumming DVE, Latchman DS, Yellon DM. Specific induction of the 70-kD heat stress proteins by the tyrosine kinase inhibitor herbimycin-A protects rat neonatal cardiomyocytes. J Clin Invest 1996; 97:706-12.
  16. Sloviter RS, Lowenstein DH. Heat shock protein expression in vulnerable cells of the rat hippocampus as an indicator of excitation-induced neuronal stress. J Neurosci 1992; 12:3004-9.
  17. Barbe MF, Tyttell M, Gower DJ, Welch WJ. Hyperthermia protects against light damage in the rat retina. Science (Wash DC) 1988; 241:1.817-20.
  18. Zeniya A, Otaka M, Itoch H et al. Induction and intracellular localization of a 72-kDa heat shock protein in rat gastric mucosa after water-immersion stress. J Gastroenterol 1995; 30:572-7.
  19. Nakamura K, Rokutan K, Marui N et al. Induction of heat shock proteins and their implication in protection against ethanol-induced damage in cultured guinea pig gastric mucosal cells.Gastroenterology 1991; 101:161-6.
  20. Otaka M, Itoh H, Kuwabara T et al. Induction of heat shock protein and prevention of caeruleininduced pancreatitis by water-immersion stress in rats. Int J Biochem 1994; 26:805-11.
  21. Emami A, Schwartz JH, Borkan S. Transient ischemia or heat stress induced a cytoprotectant protein in rat kidney. Am J Physiol 1991; 260:479-85.
  22. Garramone Jr RR, Winters RM, DAS DK, Deckers PJ. Reduction of skeletal muscle injury through stress conditioning using the heat-shock response. Plast Reconstr Surg 1994; 93:1.242- 7.
  23. Villar J, Ribeiro SP, Mullen JBM et al. Induction of the heat shock response reduces mortality rate and organ damage in a sepsis-induced acute lung injury model. Crit Care Med 1994; 22:914-21.
  24. Ribeiro SP, Villar J, Downey GP et al. Effects of the stress response in septic rats and LPSstimulated alveolar macrophages: evidence for TNF-a posttranslational regulation. Am J Respir Crit Care Med 1996; 154:1843-50.
  25. Koenig WJ, Lohner RA, Perdrizet GA et al. Improving acute skin-flap survival through stress conditioning using heat shock and recovery. Plast Reconstr Surg 1992; 90:659-64.
  26. Msika P; Piccirilli A; Picardi N. Use of a cosmetic of pharmaceutical composition comprising a lupeol-rich extract as an active ingredient for stimulating the synthesis of heat shock proteins. USA Patent Application Publication. US 2006/0216249 A1.
  27. Feugang J. M; Konarski P; Zou D. Stintzing F C; Zou C. Nutritional and medicinal use of Cactus pear (Opuntia spp.) cladones and fruits. Frontiers in Bioscience 11, 2574-2589 – 2006
  28. Corleo R. C.; Gutierrez G.; Saliba C.; Serrar M.; Marroni A.; Brincat M.; Cormary M. Heat Shock Protein 72 rises following a diving stress and this rise isaccelerated following preconditioning using TEX-OE; British Hyperbaric Association – DAN Europe ORG 1st publication 2005.
  29. Schmitt L.; Fouillot JP.; Nicolet G.; Midol A. TEX OETM increases heart-rate variability in High-Level Athletes. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism, 2008, 18, 169-178
  30. Wiese J.; Mc Pherson S.; Michelle C.; Michael G. Effect of TEX OETM on Symptoms of the alcohol hangover. American Medical Association - Arch Intern Med/Vol 164, June 28, 2004.
  31. informe técnico fornecedor - Pharmspecial
4x de R$ 17,64
R$ 70,56
Comprar Disponibilidade: Imediata Aproveite! Restam apenas 7 unidades
Pague com
  • PagSeguro V2
  • PagSeguro V2
Selos
  • Site Seguro

Farmácia Dermatológica Ltda - CNPJ: 77.373.025/0001-65 © Todos os direitos reservados. 2020